Jul 24
Embora a MP 936 tenha sido criada para preservar os empregos e mais ainda, favorecer as empresas é bom esclarecer aos trabalhadores que a suspensão de contrato e a redução de jornada e salário deixarão danos irreparáveis na vida do trabalhador futuramente.
Na suspensão do contrato de trabalho o empregado sai perdendo no seu ganho mensal, no depósito do FGTS e consequentemente nos rendimentos durante os meses que não terão os depósitos; No período aquisitivo de férias; No décimo terceiro salarial; Na contagem de tempo para a aposentadoria e no cálculo dos benefícios previdenciários.
Já na redução de jornada e salário, os trabalhadores serão prejudicados, em uma escala de proporcionalidade equivalente ao valor do salário recebido de acordo com a redução acertada no contrato, ou seja, terão os depósitos de FGTS proporcional ao valor salarial recebido.
O Sindicato alerta os trabalhadores para discutir melhor com os patrões uma proposta que não seja tão prejudicial, sabemos que a maioria dos acordos é negociado individualmente e se não houver um bom senso de ambas as partes os trabalhadores ficarão com a maior parte do prejuízo. Conclui Sueli Reis, Presidente do STIG Santos.
 
 

escrito por jorge

0 Comentários


Clique aqui para registrar-se